Dirofilariose
O Algarve é uma das áreas mais afetadas com dirofilariose. A doença é transmitida por um mosquito chamado Culex pipiens. Assim que o mosquito pica um animal, este transmite pequenas larvas para a sua corrente sanguínea.

Depois as larvas tornam-se adultos que se irão alojar no coração do animal. Os sinais clínicos são tosse, perda de peso, problemas respiratórios, abdómen dilatado e insuficiência cardíaca.

Leishemaniose
A leishemaniose está presente em todo o território português. A doença é transmitida por um mosquito quando este se alimenta em animais infectados e alimentando-se de seguida em animais saudáveis. Estes insectos são mais activos de Abril até Novembro, especialmente ao pôr-do-sol junto a charcos e riachos.
Os sinais clínicos de leishemaniose no cão são: perda de peso, lesões de pele e oculares, claudicação e gânglios linfáticos aumentados.